Núcleo Pró COB-AIT (2)

____________________________

As ações e propaganda dos anarquistas que construíam o movimento Pró COB-AIT frequentemente entravam em choque com as atividades dos partidos e organizações de esquerda, como PT, CUT, etc. Não é novidade que anarquistas e marxistas não nutrem qualquer amor entre eles. Desde as reuniões da Associação Internacional dos Trabalhadores em finais do Séc.XIX, Marx e Bakunin digladiavam-se em nome de suas ideias. Após a Revolução Russa, tanto Lenin, quanto Trotsky, ordenavam, sem qualquer arrependimento, o fuzilamento de anarquistas.

Na imagem acima, a direita (ou melhor dizendo, um dos órgãos de imprensa pertencentes a elite baiana) se aproveita desta disputa “secular” para tentar desmantelar uma greve geral que aconteceria dias depois daquele editorial. E para isso usa o discurso de um dos militantes anarquistas em Salvador, dado em entrevista.

Denunciando como fascistas instrumentos como os piquetes que param o trabalho pela violência e não através da adesão consciente e voluntária dos empregados, a COB diz de que forma e em nome de que pretende atuar no movimento sindical. Para ela, os motivos para qualquer protesto devem relacionar-se diretamente ao local de trabalho, dizendo respeito a vida dos empregados e não com as pautas oriundas de Brasília. Em razão disto, pouca diferença faz haver eleição direta ou indireta no País, um formalismo que nunca alterou profundamente a situação do trabalhador, penalizado, isto sim, pela queda constante de seu poder aquisitivo. O entendimento do dirigente sindical da COB traduz o que seria uma pauta voltada para os interesses imediatos dos trabalhadores, em seu setor de trabalho.

Não é difícil se perceber do trecho retirado do Editorial do jornal A TARDE de 4 de Agosto de 1987, como a Grande Imprensa, usa e abusa de interpretações das entrevistas que fazem, em nome de uma “Imprensa Imparcial”. Afirmar que uma organização anarquista (e os núcleos Pró COB-AIT eram anarquistas, em sua gênese) teria suas pautas voltadas para os interesses imediatos de alguma categoria de seres humanos ou é inocência e ignorância ao extremo, ou, pelo contrário, é uma absoluta falta de caráter, usando de subterfúgios políticos para neutralizar ambos os personagens à sua esquerda.

Sábado trarei mais histórias sobre os núcleos Pró COB-AIT.

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Década 1980, Organizações

Comente Aqui

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s